Total de visualizações de página

terça-feira, 11 de janeiro de 2011

2- Anjo Caode

Há tempos que eu tento, Abranger o meu destino.
Mas o Universo fez de mim tão pequenino.
Passo a passo eu me faço peregrino.

Há tempos que eu tento,construir o meu caminho.
Eu não queria andar, voar é meu destino.
Passo a passo eu me faço peregrino.

Há tempos que eu tento entender a minha criatura.
Eu sou tão lúcido, mas eu vivo na loucura.
A loucura de um mundo miserável, cheio de fartura.


Há tempos que eu tento terminar todas as lutas.
Mas a minha guerra se tornou absoluta.
Ainda hei de conquistar meu reino nas alturas.















Nenhum comentário:

Postar um comentário